ehotlovea chaturbatehot_x_buttporno caseirobrittanya187 nudesuzy cortez onlyfansporno hdsabrina nichole bunsherryshen chaturbatemulheres peladas ao vivodayanna_sweetjulialiones_hannamillerlaura_cornett chaturbateclassyfetishrelaxnaughtyellemelaniebicheanabel054tiffany925littleang3lexxisabelaxxxmylittle_milacamsaovivo19verona99sofiasexhotkasaldoamorsaravixenwildasslovekarlalebruntsjacobsex20lissanascott

amadoras

Como a prisão de Amadoras, chefe de polícia da Bolívia

Desde que o presidente Obama assumiu o cargo, há dois anos, seu governo tem feito muito para promover a cultura da capital do país, Washington DC e Albuquerque, NM. Como parte desse esforço, eles se esforçaram para limpar os pontos históricos que cobrem a cidade e garantir que a cidade antes nervosa e politicamente incorreta, agora uma metrópole moderna, seja mais uma vez um lugar onde as pessoas podem desfrutar de uma boa refeição, e algum entretenimento de qualidade. Recentemente, o governo também tomou medidas para prevenir casos futuros em que representações de mulheres nuas em revistas adultas sejam ilegais. Isso inclui a chamada "lei das revistas pornográficas", recentemente aprovada por representantes do estado e que causou grande polêmica entre as massas.

Embora a controvérsia tenha começado como uma questão de liberdade de expressão, logo se transformou em um cabo de guerra com anunciantes preocupados de ambos os lados da discussão. Como resultado, os detetives da polícia de Albuquerque foram contatados e solicitados a realizar uma investigação, depois que uma empresa de outdoors da cidade os informou que estava exibindo anúncios de uma empresa que não permitia a nudez em sua propriedade. Os detetives da Divisão de Detetives da APD assumiram o controle total da situação. Após vários dias de trabalho árduo, mas infrutífero, o caso foi encerrado. A Polícia de Albuquerque não divulgou mais detalhes, informando apenas que o processo foi encerrado. No entanto, os pornógrafos de Albuquerque estão agora relatando que nenhuma prisão foi feita no incidente.

Desde este evento, tem havido muita discussão em todos os lados da questão. De um lado, você tem a Associação dos Policiais de Albuquerque (APOA), reclamando que os policiais estavam apenas fazendo o seu trabalho para fazer cumprir a lei. Por outro lado, os policiais estão defendendo as ações de seus policiais, alegando que os outdoors estavam distraindo os motoristas e fazendo-os pisar no freio. Naturalmente, a internet está repleta de comentários sobre esse evento, com muitas pessoas expressando suas opiniões dos dois lados da discussão. É interessante que temos uma guerra de palavras ocorrendo, quando na verdade, havia simplesmente questões que não foram abordadas pelas autoridades policiais.

O delegado Bill Montgomery, que já atuou como delegado da cidade de Albuquerque, divulgou nota sobre os fatos ocorridos na rodovia e os resultados da investigação. De acordo com Montgomery, o Departamento de Polícia de Albuquerque "tomou as medidas cabíveis para garantir a segurança pública" e que "as ações tomadas resultaram em nenhuma acusação contra qualquer uma das partes ou indivíduos envolvidos neste caso". O chefe disse ainda que os investigadores do estado e a polícia "não tiveram escolha … para fazer uma investigação antes de receberem todas as informações dos oficiais da APD envolvidos na operação". Embora seja este o caso, e apesar das críticas que muitos cidadãos têm feito, este caso em particular exigiu que a polícia agisse, e foi isso que ela fez.

Se este não for um incidente isolado, é claro que existe um padrão duplo em nosso sistema de justiça. A decisão do Departamento de Polícia de Albuquerque de "fazer o papel de polícia" e ignorar o facto de o público saber que os condutores estavam a cometer inúmeros actos criminosos é totalmente inaceitável. É importante lembrar que esses mesmos cidadãos que expressam sua raiva nos outdoors têm problemas com pessoas exibindo imagens de mulheres nuas. Claramente, este não é o tipo de mundo em que queremos viver.

Infelizmente, esta é uma parte da América onde o público não parece se importar com a degradação das mulheres. Muitas pessoas ficam chateadas com as imagens do outdoor porque não aprovam o conteúdo, mas esta é a América, e você tem o direito de dizer o que quiser. Infelizmente, há algumas pessoas que não conseguem aceitar uma piada e, quando veem os policiais destruindo a liberdade de expressão e os direitos dos cidadãos por serem ofendidos, tendem a atirar pedras. Esperançosamente, esta será uma interrupção de curta duração, e esperançosamente o departamento de polícia aprenderá suas lições e pare de prender pessoas por algo que não é ilegal.

Latest Videos

Popular Videos